Lojista, você sabe a diferença entre lucratividade e rentabilidade?

Lojista, você sabe a diferença entre lucratividade e rentabilidade?

Analisar os marcadores de desempenho de um negócio é fundamental para a sua administração. A lucratividade e rentabilidade são indispensáveis nesse cenário, pois demonstram os percentuais de ganhos ou prejuízos obtidos pela empresa.

Por mais recorrentes que sejam, muitos empreendedores ainda se confundem sobre as diferenças entre esses dois conceitos. Isso pode gerar problemas de interpretação, dando a impressão geral de que o negócio está melhor ou pior do que a realidade.

Além disso, a partir desses números, é possível analisar o presente e o futuro da empresa, garantindo mais segurança na tomada de decisões.

A seguir, entenda a diferença entre lucratividade e rentabilidade, aprenda a calcular cada um e adquira uma melhor administração no seu negócio!

Como lucratividade e rentabilidade se diferenciam?

A confusão entre lucratividade e rentabilidade é recorrente justamente porque os dois marcadores se utilizam do lucro líquido para serem medidos. Apesar disso, os dois possuem pontos de vistas e interpretações bem diferentes.

Ao passo em que a lucratividade estabelece uma relação mais direta com a receita bruta, a rentabilidade tem a ver com o investimento realizado para atingir o lucro.

O lucro líquido, comum entre os dois, é dado em forma de valor nominal. É o que sobra entre a subtração da receita total da loja por mês e os gastos.

Além de fornecer um panorama importante dos gastos, investimentos e retornos da empresa, a lucratividade e rentabilidade também indicam possibilidades gerais. Por exemplo, uma loja rentável, mas que não é lucrativa, pode não conseguir se manter.

Nesse cenário, os gastos com fabricação, transporte e produtos poderão ser maiores do que o lucro, invalidando a existência da empresa. Existe também a possibilidade de um empreendimento ser sazonal, o que exige um alto investimento e planejamento.

Quando a empresa possui algum caráter específico como o mencionado, a lucratividade precisa atingir um percentual atrativo para recuperar o investimento.

Se o negócio possuir uma rentabilidade altíssima, é possível otimizar os investimentos para obter mais lucro. Essa compreensão é a base para melhorias e intervenções no cenário das empresas.

Para que as diferenças entre os dois termos fiquem ainda mais claras, saiba mais sobre os seus conceitos e meios de cálculo nos próximos itens!Download e-book formação de preço

O que é lucratividade?

Lucratividade é um marcador de quanto a empresa realmente ganhou em relação ao que recebeu. Por isso, é baseada no lucro líquido (após dedução de despesas) e na receita bruta total gerada normalmente por um produto específico (valor das vendas).

Ela é calculada em valor percentual e denota o ganho real de valor sobre aquele produto, levando em consideração os gastos ao redor dele.

É uma medida fundamental para avaliar se os gastos de matéria-prima, transporte, quadro de funcionários envolvidos e outros investimentos estão sendo bem utilizados.

O entendimento sobre a lucratividade auxilia também na hora de otimizar as vendas que, idealmente, devem apresentar grande percentual de lucratividade.

Também pode ser uma medida de comparação com empreendimentos competidores.

Entenda como calcular a lucratividade

Para calcular a lucratividade é necessário saber o valor do lucro líquido e também da receita total.

Como já abordamos, a obtenção desse valor correspondente ao lucro, portanto resta saber a receita total, que é basicamente o valor total que entra no caixa.

A título de exemplo, considere um tênis no valor de R$ 180,00, sendo essa a receita total do produto. A partir disso, podemos assumir um lucro líquido de R$ 18,00. Então basta fazer a conta:

Lucratividade = Lucro líquido x 100/Receita total.

De acordo com esse exemplo, a lucratividade é de 10% em cima do produto vendido. Uma vez ciente dessa simples operação para entender a lucratividade, passamos então para o próximo ponto: a rentabilidade.

Qual o conceito de rentabilidade?

Também baseada no lucro líquido, a rentabilidade é um indício de quanto é o retorno que o negócio dá para o investidor.

Se o investimento tiver uma baixa rentabilidade, pode deixar de participar da empresa. Se for elevado, então é um negócio com alta efetividade e pode trazer dinheiro para o negócio.

Existe a possibilidade de a rentabilidade ser negativa. Nesse caso, o investimento é um prejuízo para a empresa e não deverá ser feito.

Descubra como calcular a rentabilidade

Para calcular a rentabilidade também é levado em conta o lucro líquido. A diferença está na relação com um investimento determinado para alcançar o resultado. A fórmula é um pouco diferente:

Lucro líquido/investimento x 100.

Voltando ao exemplo do tênis, imagine que foram vendidas 250 unidades, que geraram um lucro de R$ 12,5 mil. Para chegar nesse lucro, foi necessário, por exemplo, fazer um investimento em marketing no valor de R$ 10 mil.

A rentabilidade do investimento nesse caso é precisamente de 125%. Isso significa que a cada R$ 1 investido, foi obtido um retorno de R$ 1,25. Um investimento maior, consequentemente, elevaria esse valor de rentabilidade.

Por que é importante calcular a lucratividade e rentabilidade?

Conforme mencionado anteriormente, o sucesso de qualquer negócio depende desses marcadores! Saber em que pontos a sua empresa precisa economizar ou lançar mão de mais recursos é imprescindível.

Se você obtiver resultados parciais, seu negócio pode chegar ao ponto de não ter mais recursos para ser rentável, ou o lucro pode apresentar uma margem tão pequena que inviabiliza a venda de determinado produto.

Além disso, saber essa diferença e calcular tais medidas pode salvar o seu negócio do prejuízo. Em empreendimentos sazonais, por exemplo, é necessário obter margens de lucro maiores do que um negócio anual, pois a empresa precisa se manter nos meses de recaída.

Se o seu estabelecimento tem um lucro imenso, mas necessita de investimentos altíssimos, vale a pena continuar nesse cenário?

Calcular exatamente qual é o percentual de rentabilidade pode oferecer a resposta, bem como estratégias de economia e até mudança de ramo.

Outro ponto importante é que calcular a lucratividade e rentabilidade pode ser parte da avaliação feita antes mesmo de uma empresa ser aberta. Assim, conhecendo as perspectivas futuras, você saberá se o investimento vale a pena, se o produto será ideal ou até mesmo se é rentável abrir uma franquia.

Você já conhecia as principais diferenças entre lucratividade e rentabilidade, bem como, a importância desses conceitos e seus meios de cálculo?

Se ficou com alguma dúvida, entre em contato conosco, mas se desejar, clique abaixo e faça o download do nosso e-book e aprenda passo a passo como fazer a formação do preço de venda!Download e-book formação de preço

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.