Estratégias para melhorar o ponto de venda da sua loja

Entender como melhorar o seu ponto de venda é essencial para garantir o sucesso do seu negócio. Saber expor os produtos colabora com a experiência do cliente e, consequentemente, com a saúde financeira da sua loja. 

Portanto, listamos a seguir algumas das principais estratégias para aprimorar seu PDV, além de dados que comprovam a importância dessas práticas. 

Boa leitura!

Aprimorar o ponto de venda gera impactos nos resultados?

Sim! Melhorar o seu ponto de vendas gera efeitos positivos, aumentando as vendas

Foi preciso começar respondendo à pergunta do título para já destacar a importância e potência de um PDV bem organizado, estruturado e alinhado com os objetivos do negócio. 

O ponto de venda é o local de encontro do seu consumidor com a sua loja. No varejo de material de construção, esse espaço é ainda mais importante. Isso porque é possível ter um público de compradores profissionais e leigos. Dessa forma, muitos deles vão em busca de consulta no material e conselhos dos vendedores antes de realizar a compra. 

Ainda há algumas lojas de material de construção que deixam seus produtos armazenados no estoque, sem deixá-los expostos. Esse é um grande erro, tendo em vista o cenário cada vez mais digitalizado.

Mas qual é a correlação entre o ambiente virtual e o físico? Antes mesmo da realização da compra online, 72% dos consumidores pesquisam seus produtos nas lojas físicas, segundo uma pesquisa da Criteo. Destaca-se que o deslocamento também faz parte da experiência de compra. 

Dessa forma, contar com um ponto de venda atrativo é essencial para conquistar os clientes. Deve-se estruturar e usar estratégias para chamar a atenção do consumidor e fazer com que ele permaneça para tirar suas dúvidas. Assim ele compreenderá que a sua loja é a melhor opção em atendimento e organização.

A experiência do cliente e o PDV

Com os impactos causados pela pandemia, é preciso cada vez mais estar atento às práticas do Omnichannel

Esse é um termo em inglês que representa as ações de integração entre a loja física com a virtual. Aqui são convergidos todos os canais do negócio para que o cliente não sinta falta da exposição em nenhum desses pontos.

Ter a completa conexão entre os dois facilita a decisão de compra do shopper. Dessa forma, ele se sente confortável em realizar suas pesquisas e compras em seus canais preferidos. Oferecer diferentes opções aumenta as chances dele realizar mais compras na sua loja. 

Segundo a mais recente pesquisa da Zendesk, 60% dos clientes tendem a usar vários canais para iniciar e/ou concluir uma transação. E, além disso, 90% deles estão dispostos a gastar mais em experiências personalizadas.

Portanto, o negócio que se dedica a satisfação do cliente, garante maior destaque no mercado e estabilidade financeira.

Como melhorar o PDV?

Diante dos impactos nas vendas e no sucesso do negócio, listamos a seguir algumas das principais estratégias para melhorar o seu PDV. Confira!

1 Aprimore a exposição dos materiais

O primeiro passo precisa ser dedicado à exposição do seu mix de produtos. Como abordamos brevemente, ainda há um certo costume no varejo de material de construção em deixar os produtos armazenados.

Deve-se expor de maneira atrativa, realçando as características de cada produto e facilitando a experiência do cliente. A dica aqui é entender quais são os principais pontos de maior fluxo da sua loja para dispor produtos importantes nesses lugares, seja para aumentar o giro de um ou para estimular a compra de itens de alto valor agregado, por exemplo. 

De qualquer forma, os materiais de construção precisam ser bem organizados e estruturados. Aposte em gôndolas, prateleiras, ilhas de produtos e cestos, por exemplo. Aqui também é importante contar com o apoio comercial dos seus fornecedores. Para os revendedores Rohden, por exemplo, disponibilizamos expositores e materiais diferenciados, como os cantinhos de amostra.

Se atente também a precificação e a face correta do produto. O cliente precisa identificá-lo com facilidade, sem precisar recorrer a ajuda de terceiros. 

2 Categorize os itens

Já a setorização e categorização dos produtos ajuda na organização do ponto de venda. Deve-se posicioná-los de maneira que faça sentido para o percurso do cliente. Ou seja, com materiais complementares próximos uns dos outros. Assim, o comprador não se perde e nem demora para encontrar os produtos desejados, o que não atrapalha a sua experiência.

Essa não é uma estratégia que é somente agradável visualmente. Ela também contribui para a venda casada dos itens. Isso porque, muitos materiais de construção precisam de acessórios para o seu perfeito funcionamento. Dessa forma, colocá-los próximos ajuda a estimular um maior volume de vendas.

Ainda conforme a pesquisa da Zendesk já citada, o envolvimento do cliente aumentou em 14%, se comparado ao ano passado. Esse dado reforça o aumento das oportunidades de vendas casadas ou cruzadas que atendam melhor os clientes.

Além disso, das empresas que impressionam os clientes, 47% relataram um aumento em sua capacidade de venda cruzada.

3 Aposte na ambientação e iluminação

A ambientação, limpeza e iluminação dos espaços também são atributos importantes que colaboram para a atração e permanência dos clientes. É essencial  para assegurar boas experiências de compra, torná-los confortáveis e com capacidade para ampla movimentação. 

Então invista em ambientes para espera, com bancos e plantas, por exemplo. Coloque música ambiente e também melhore a iluminação da loja. Ela tem a capacidade de destacar produtos e de gerar a sensação de conforto, limpeza, organização e confiança. Isso porque, tudo estará mais visível.

Aposte também em boas demonstrações nas vitrines. Se o seu negócio tem espaço para a construção de cenários ou boas composições, aproveite. Isso dará uma ideia de como os itens podem funcionar juntos, o que também ajuda com a estratégia de compra cruzada.

4 Realize a demonstração dos produtos e experiências

Para a completa experiência do cliente, é fundamental explorar as sensações. E como vimos, os compradores vão ao ponto de venda para realizar suas pesquisas, antes de decidirem por comprar ou não o produto.  

Por isso, deixe materiais fora da embalagem e em espaços prontos para a demonstração das suas características e funcionalidades. Esses são itens que servirão de exemplo, para teste de manuseio e análise por parte dos clientes. 

Essa é uma boa tática também para destacar o design de um produto e atrair ainda mais a atenção do consumidor.

5 Se atente ao estoque e a comunicação

Por fim, integre os setores para que o compartilhamento de informações seja mais facilitado. Isso ajudará na construção de estratégias mais eficientes e inteligentes. Por exemplo, com a ajuda dos dados do estoque você poderá achar mais facilmente os produtos a pedido dos clientes, não os deixando esperar por muito tempo.

Somados a isso, não deixe de investir em uma boa comunicação. O atendimento consultivo, empático e personalizado é fundamental para o cliente que foi em busca de ajuda. Afinal, 63% deles estão abertos às recomendações dos vendedores, conforme aponta a Zendesk.  

Invista em rentabilidade

O próximo passo é aplicar essas estratégias. A dica aqui é realizar essas mudanças aos poucos e monitorar cada alteração para compreender a sua eficácia e identificar pontos de melhoria. 

Recomendamos que também baixe o nosso checklist para receber dicas de como aumentar a rentabilidade da sua loja. Você poderá ter acesso gratuito ao passo a passo ao clicar no botão abaixo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *