Confira as melhores práticas para o planejamento de obra da sua construtora!

planejamento de obra

Um bom planejamento de obra é o que torna o processo da construção eficiente. Com ele é possível fazer relatórios para acompanhar o desenvolvimento do projeto, o orçamento, cronogramas, materiais, mão de obra, entre outras coisas. Além disso, com essas informações fica mais fácil, também, prever e evitar erros.

Por isso, ter um planejamento bem estruturado, organizado e estratégico faz com que a sua obra corra o risco mínimo, ou nenhum até, de ter algum descuido ou crise. Sendo assim, é preciso agendar um tempo para idealizar um bom plano de obra.

Nesse texto, você entenderá a necessidade desse processo e verá boas práticas para estruturar o mais completo planejamento de obra para a sua construtora.

A importância de um bom planejamento de obra

Segundo Formoso no estudo sobre o planejamento e controle de obras civis, o planejamento de obra é: um processo gerencial, que envolve o estabelecimento de objetivos e a determinação dos procedimentos necessários para atingi-los, sendo eficaz quando realizado em conjunto com o controle”.

Ou seja, é o primeiro passo para iniciar e avaliar um projeto. É nesse momento em que imprevistos são antecipados, prazos são estipulados, e atrasos e desperdícios são evitados.

Tudo com muito estudo e referência para assegurar todas as etapas. Ou seja, o planejamento de obra precisa ser completo, detalhista e organizado para servir de guia durante todo o projeto.

A revista Exame, fez uma análise sobre os números da pesquisa sobre Perspectivas do Mercado de Infraestrutura 2021–2026, organizada pela Big Data Analytics e Inteligência Artificial Neoway. Segundo a matéria, apesar da crise econômica que o país enfrenta, por conta da pandemia, é previsto um investimento de 71,2 bilhões em obras de infraestrutura em 2021.

Contudo, apenas 8% das obras que estão para serem realizadas, têm de fato uma data de início previsível. Isso significa que falta planejamento e projeção e que sem, de fato, um cuidado maior nessa etapa, nenhum projeto vai para frente. Por isso, essa fase é tão importante ter um plano completo para garantir o sucesso!

Conheça as boas práticas para planejar

E para você conseguir criar um bom planejamento de obras e garantir uma maior qualidade no seu projeto, preparamos uma lista de boas práticas. Essas dicas podem te ajudar a montar o melhor plano para o seu projeto.

Separe um tempo para fazer o estudo de viabilidade

planejamento de obra

Comece pelo início. Parece óbvio, mas é necessário ser dito. Visto que, segundo mais uma matéria da Exame, o Brasil só utiliza um quinto do tempo nessas fases iniciais, enquanto no Japão, por exemplo, o uso é de 40% do tempo.

Logo, passe um bom tempo analisando e estudando leis e políticas do local da obra. Veja se consegue os documentos necessários para dar início ao projeto. E visite o espaço e obtenha todas as informações. Por fim, não deixe de coletar, também, dados de custo de materiais e profissionais.

Nessa etapa faça, igualmente, o cálculo de retorno sobre investimento, o ROI. Essa é uma métrica que, por meio de uma fórmula, indica se tal projeto terá um retorno positivo ou negativo para a construtora ou incorporadora.

Desta forma, quanto mais alto for o ROI, maior será a lucratividade do projeto. Assim, fica mais fácil pensar estrategicamente nas etapas e analisar se há a necessidade de otimizar o custo de cada fase.

Pense em um orçamento completo

Nessa etapa é preciso usar o cálculo de todos os custos. Lembra do ROI? É aqui que ele é usado, além do BDI. Essa segunda métrica se refere ao cálculo de benefícios e despesas. Sendo calculado, também, tributos e margens de erros. Use todas as informações ao seu favor.

O orçamento completo fará a avaliação de todos esses índices e calculará o valor final. É possível usar planilhas para ajudar nessa etapa e para documentar todos os cálculos. Contudo, há aplicativos e softwares que podem te auxiliar, como o BIM, por exemplo.

Esse é um sistema de modelagem digital. Ele te ajuda a visualizar o projeto e a calcular todas as fases de cada etapa do projeto. O que permite uma otimização de tempo e custo.

Vale destacar que a tecnologia pode e deve ser uma aliada do construtor. Então estar atento às novidades e inovações do mercado pode te poupar possíveis crises e ajudar a automatizar o trabalho diário de forma mais rápida.

Planeje um cronograma com prazos detalhados

Aqui é o momento de estipular quando cada etapa e processo vai acontecer, determinando prazos para os momentos. É preciso detalhar cada atividade, com a quantidade de pessoas envolvidas, qual equipe é responsável por cada momento, além de tempo médio das atividades, para se ter uma maior previsibilidade e mapeamento da evolução do projeto.

Faça relatórios para obter sucesso no seu planejamento de obra

planejamento de obra

Mantenha documentos que registram todos os passos da obra e que ajudam a avaliar o sucesso de cada etapa. Ter um diário de obra, com todos os acontecimentos, para documentar o processo é essencial. Assim você deixa em evidência todos os imprevistos e os motivos para não repeti-los.

Somados a isso, nesse momento, documente os cuidados de proteção e avalie se estão em conformidade com as normas de segurança. Isso irá assegurar a saúde dos seus funcionários, além de garantir que não haverá problemas burocráticos que possam atrapalhar e atrasar o projeto.

E em relatórios use, e sempre atualize, índices e métricas que facilitarão a análise do andamento do projeto. Por exemplo, o GVA é o Gerenciamento de Valor Agregado. Ele calcula se a obra está de acordo com o valor e o tempo previamente estipulado. Desta forma, é possível identificar os erros e prever soluções para cada etapa.

Conte com os melhores fornecedores

Pesquise por bons fornecedores. Eles são sua principal fonte de insumo. Logo, é preciso conhecer a reputação de cada um para assegurar que a entrega será de boa qualidade e no prazo estabelecido, evitando possíveis erros e crises durante o projeto.

Portanto, veja se o fornecedor atende alguns requisitos, sendo eles:

  • Está de acordo com as normas técnicas e leis ambientais;
  • Atende a análise de custo x benefício;
  • Tem uma boa reputação e credibilidade;
  • Conta com um bom atendimento.

Uma vez correspondido a todos os quesitos, alimente a comunicação com os seus fornecedores. Esteja sempre em contato porque eles são essenciais para que a obra aconteça.

Faça sempre uma pesquisa de mercado para avaliar qual corresponderá com a ética e os objetivos do seu negócio.

E agora?

Neste artigo você viu a importância de se ter um planejamento de obra completo, organizado, atualizado e detalhado. Assim, será mais simples de tirar o projeto do papel. De qualquer forma, não tenha medo de ousar e investir em ferramentas que te auxiliarão durante todo o projeto.

Por isso, baixe aqui o nosso infográfico gratuito para ter acesso a 8 dicas para reduzir custos e garantir os prazos de entrega do seu empreendimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.